sábado, 16 de julho de 2011

Meu Nome é Revolta!

Que a Igreja Universal do Reino de Deus é um covil de bandidos pastores que são amparados pelo Estado em nome da liberdade de culto ninguém disputa. Mas será que isto não deveria ter limites?...Não bastasse a lavagem cerebral nesta horda de miseráveis que estão dispostos a manter a Igreja (e os bispos) com o dinheiro que não têm, agora são as crianças as vítimas mais recentes! O vídeo abaixo mostra o bandido Pastor Guaracy Santos, expondo uma criança de nove anos ao constrangimento de assistir em pleno culto(?) sua mãe em crise de histeria, que é para o bispo uma demonstração clara da possessão demoníaca. Mas a cura para a mãe do menino desta vez não estava nas mãos e na fé exorcizantes do bispo e de sua Igreja, mas na disposição da criança em vender todos os seus pertences (sim, seus brinquedos!!) e doar para a “fogueira santa”. Com certeza é uma estratégia de longo alcance: Daqui a pouco esta criança (se não enlouquecer de vez...) estará no mercado de trabalho, e certamente a sua gratidão com a Igreja não será esquecida...Até quando um Estado apático, que não tem o menor interesse em se indispor com grupos muito bem articulados politicamente, irá assistir a crimes como este?! Segundo reportagem publicada na Folha de São Paulo (http://www1.folha.uol.com.br/poder/944258-bispo-da-universal-incentiva-crianca-a-dar-brinquedo-a-igreja.shtml) os direitos da criança foram violados. A pergunta que fica é: Quem estará disposto a comprar a briga? A minha aposta é que nada acontecerá...Afinal, aonde podemos demarcar os limites entre o lícito e o ilícito em uma prática completamente irracional, muitas vezes criminosa, mas que é protegida com as benesses do Estado e por uma bancada cada vez maior e mais bem articulada no Congresso Nacional? Enquanto isso, os fiéis da Universal elogiam a “bravura” do menino no Youtube... E Viva a fogueira santa!


sexta-feira, 15 de julho de 2011

Um pouco de humor: As contradições da Bíblia

Este Post é para aqueles que professam pretensiosamente que a Bíblia é um documento de exatidão inabalável...Em um documento histórico escrito há tanto tempo, por tanta gente e tão extensamente editado, seria realmente surpreendente se não houvessem contradições. Seria patético (se não fosse trágico) pregar que a Bíblia tem a capacidade de responder a todos os dilemas éticos e morais de uma sociedade tão radicalmente diferente daquela descrita neste documento histórico, e além disso a capacidade de profetizar sobre eventos ainda por acontecer, especialmente se considerarmos que esta era a época em que eclipses eram interpretados como a ira divina!

Aproveitem.....